Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Rabiscos Soltos

#FIquemEmCasa Em tempos de isolamento social um blog pode ser uma janela para mundo. Fiquem em casa. Leiam. Escrevam. Ajudem. Sejam melhores. Sejam maiores. Mas fiquem em casa.

Rabiscos Soltos

#FIquemEmCasa Em tempos de isolamento social um blog pode ser uma janela para mundo. Fiquem em casa. Leiam. Escrevam. Ajudem. Sejam melhores. Sejam maiores. Mas fiquem em casa.

Vivemos tempos... interessantes

17.03.20, P.

Tive que ir ver de quando era o último post, já não me lembrava quando tinha vindo escrever aqui qualquer coisa. Foram pouco mais de dois meses mas bem podia ter sido uma vida, não é? tudo mudou entretanto.

O mais óbvio é que estamos em quarentena. Acho que quando escrevi o último post ainda não estava ciente do que se estava passar no mundo mas esta foi uma situação que tenho acompanhado dia a dia. Primeiro a situação da china que me deixava com uma tristeza imensa e furiosa por o mundo inteiro parecer considerar aquele um problema dos outros. Depois foi o olhar todos os dias para o mundo e ver as piores previsões ganharem forma. A única coisa boa desta minha obsessão foi que, quando começou a corrida aos supermercados, eu já estava preparada e não precisei de ir para uma fila.

Mas muita coisa aconteceu nestes meses. Não, não fiquei grávida nem pari, se essa era a v/ questão. 

Mas mudei de empresa, por exemplo. Na verdade não fui só eu, foi todo o meu serviço e com esta questão da COVID19 está tudo um bocadinho "engonhado" (expressão técnica para estas salganhadas) mas tudo se há-de resolver. So far so good e isso é que interessa.

E fiz anos. Mais um. Já são 41 e já preciso fazer contas para saber que idade tenho porque não me sinto com 41. talvez com 40. Ou uns dias com 25, outros com 85. Mais ou menos isso.

E li menos do que queria, vi menos séries do que queria mas acho que posso culpar o bug manhoso que anda por aí disso.

Há dois meses não imaginávamos que iríamos passar tanto tempo em casa (so far, não é coisa que me custe), em isolamento social e que iríamos assistir a uma das maiores mudanças sociais e culturais de muitas gerações. Vimos o crescimento, o advento da era tecnológica. E agora ainda não sei bem o que vamos ser mas acredito que seremos algo diferente. Espero que sejamos algo melhor mas leio demasiadas distopias para acreditar verdadeiramente nisso. Mas estou expectante, quero ver como se vai o mundo reinventar.