Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Rabiscos Soltos

#FIquemEmCasa Em tempos de isolamento social um blog pode ser uma janela para mundo. Fiquem em casa. Leiam. Escrevam. Ajudem. Sejam melhores. Sejam maiores. Mas fiquem em casa.

Rabiscos Soltos

#FIquemEmCasa Em tempos de isolamento social um blog pode ser uma janela para mundo. Fiquem em casa. Leiam. Escrevam. Ajudem. Sejam melhores. Sejam maiores. Mas fiquem em casa.

Estais aborrecidos???

18.03.20, P.

Ainda gostava de saber como raio as pessoas têm tempo para se sentir aborrecidas só por causa deste isolamento. Eu percebo as que estão à beira de um ataque de nervos porque têm uma casa minúscula e subitamente têm dois ou três gaiatos a saltitar por todo o lado. Eu percebo o medo desta doença nos mudar a vida. Percebo o medo de quem tem "mais velhos" a seu cargo, percebo a preocupação de lhes passar qq coisa). 

Mas não percebo o aborrecimento. E queria perceber. É que eu tenho imensas saudades de estar aborrecida. De ter que inventar o que fazer. De ter tempo de sobra para ler ou para adormecer no sofá ou de pensar num novo passatempo. 

Estar em isolamento social implica ter gente numa casa a 100% (até o gato fica farto de nós  e precisa do seu espaço para dormir). Gente que faz todas as suas refeições em casa (para além de ter que me preocupar com o jantar agora tenho que me preocupar com todas as refeições e lavar loiça de todas as refeições - vá, pôr e tirar da máquina). Gente que suja mais que o normal (além disso, à luz do dia, o pó é muito mais perceptível). Gente que está fechada numa casa e que partilha todos os seus estados de espírito. E para além disso o trabalho é a tempo inteiro. Quer dizer, a tempo inteiro mais qualquer coisa que, sendo o escritório em casa, parece estar implícito que toda a gente (uns mais que outros, como habitualmente) está mais ou disponível a qualquer hora.

No meio disto tudo, digam-me lá onde arranjam tempo para se aborrecerem por não terem nada para fazer?

 

2 comentários

  • Imagem de perfil

    P.

    23.03.20

    Que bom que estás bem! :)
    Como me diziam no outro dia "eu gosto de estar em casa mas quando quero, não quando me obrigam".
    Isto vai demorar mas temos que nos aguentar. Contentar-nos com os mini-passeios qdo vamos às compras ou com as idas à janela/varanda.
    Fica bem, Fuschia, tu, os teus e especialmente o teu pequeno.
    beijinhos
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.