Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Rabiscos Soltos

crescer...

29.12.15 | P.

é deixar de acreditar que discutir com quem considera que isto de criminalizar o piropo é algo tão ridículo como prender um jeitoso qualquer que gritou "és baoaaaa" a um tipa de mini-saia e decote até ao umbigo, que até se vai sentir lisongeada com a brejeirice, vale a pena.

Tenho imensa pena que se tenha chegado ao ponto de criminalizar o piropo. Tenho pena de viver num país onde ainda é necessário pôr na lei algo que deveria ser inato e regulado apenas pelo bom senso.

99% das mulheres deve perceber exactamente o porquê disto ter acontecido. Infelizmente uma parte delas considera que todas deveriam ultrapassar em silêncio e sem traumas de maior, exactamente como elas (ou eu) fizemos. É muito fácil cair no erro de julgar os outros por nós e considerar que a força, sorte,contexto social, amigos ou família de todas as miúdas/mulheres deste país lhes permite ultrapassar os "piropos" como tantas de nós fizeram.

 

E a maioria dos homens goza com a situação precisamente porque não lhes passa pela cabeça ofender alguém. Quando o fazem (e fazem, não tenham dúvidas) é sem intenção, é porque são tolos ou se esticaram na brincadeira. E não percebem que não é isso que se está a tratar aqui. Muito porque não querem perceber. E também com esses não vale a pena discutir.

 

E não se preocupem, quando neste país houver alguém acusado e condenado não vai ser motivo de júbilo. Provavelmente vai ser depois de um suícidio de uma miúda que não aguentou, não contou a ninguém e se matou. Por uma razão tão simples quanto um (ou muitos) "piropos" que de tal só têm o nome.

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.