Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Rabiscos Soltos

#FIquemEmCasa Em tempos de isolamento social um blog pode ser uma janela para mundo. Fiquem em casa. Leiam. Escrevam. Ajudem. Sejam melhores. Sejam maiores. Mas fiquem em casa.

Rabiscos Soltos

#FIquemEmCasa Em tempos de isolamento social um blog pode ser uma janela para mundo. Fiquem em casa. Leiam. Escrevam. Ajudem. Sejam melhores. Sejam maiores. Mas fiquem em casa.

...

22.09.15, P.

Não tenho falado da situações dos refugiados a não ser para dizer "é tudo tão triste". Não me apetece entrar em discussões banais e inconsequentes quando a única coisa que consigo pensar é que "porra, são pessoas". Parece-me tão surreal ser contra o acolhimento de refugiados como o é fazer manifestações de "welcome" como se estivessemos a receber uma equipa de futebol. Welcome? a sério? Depois de dias, semanas, meses a andar, depois de muros de arame farpado, depois de tiros e gás pimenta (ou mostarda ou lá o que tem sido), se me recebessem com um "welcome" e palmas acho que mandava toda a gente à merda. Parece-me um "Parabéns, ultrapassaram as provas mais difíceis, não morreram pelo caminho, podem receber o nosso aplauso". Sei lá, sinto-me uma hipócrita. Não sei como se ajuda. E não falo de dinheiro, claro. Isso é fácil. Como se resolve a situação destas pessoas? Sinceramente enojam-me igualmente os que se congratulam porque "se nem os nossos ajudamos, como vamos ajudar esses?" como os "temos que recebê-los" e que se sentem os maiores defensores dos direitos humanos porque fizeram a partilha de uma noticia no facebook. Merda para a solidariedade feita de partilhas no facebook. E só de pensar que vão ser construidos campos de refugiados que me cheiram a campos de concentração por esta Europa fora deixa-me danada. Mas não sei qual a alternativa. Raio de mundo nojento este. 

1 comentário

Comentar post