Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Rabiscos Soltos

Rabiscos Soltos

Tecnologia - Agora é muito melhor... ou então depende do ponto de vista

Sou do tempo em que tinhamos que esperar anos para ver um filme ou uma série. Quando chegavam à nossa televisão era uma alegria. Depois gravávamos em cassetes vhs, rezávamos para que a fita não acabasse antes do filme e reviamos até a fita ficar gasta, partir-se ou precisarmos de espaço para gravar um fil.me/série melhor. E era tudo de uma qualidade... digamos que manhosa.

Agora raramente temos problemas de espaço, gravamos tudo em HD e depois vemos a série as vezes que quisermos e até fazemos maratonas de uma série inteira naquele fim de semana de chuva. A não ser que a box avarie. E ela avaria. Várias vezes. Amiúde. 

Agora os filmes têm estreia mundial, passam nos canais pagos de filmes uns meses depois e no Hollywood ou nos canais abertos antes de ter passado 1 ano. E nós gravamos em HD e vemos um dia, quando nos apetecer. A não ser que a box avarie. E ela avaria. Várias vezes. Amiúde. 

Sou do tempo em que havia uma clube de vídeo em cada esquina. E que a malta ficava em lista de espera para alugar aquele filme que era novidade. E que havia promoções do género: alugue 3 filmes e pague apenas 2 e havia maratonas de filmes de terror num dia de semana porque nos apetecia ver um filme mas tinhamos trazido 3 e tinhamos apenas 24 horas para os devolver.

Agora alugamos o filme no video Clube online e só temos que escolher ver em HD ou não. Isto se o filme estiver lá. E se a box cooperar. Às vezes não coopera e amiúde o filme não está disponível. Mesmo que tenha estado na semana anterior. E se quisermos ver, por exemplo, os 6 filmes do Star Wars antes de ir ver o 7º descobrimos que nenhum destes 6 filmes está disponível no video Club da nossa TV.

 

Não, antes não era muito melhor. A qualidade era pior, a quantidade era menor, a escolha era por vezes insuportável. Lembro-me de ficar acordada até meio da noite (coisa que mamãe não gostava especialmente) porque anunciaram que ia dar o Christianne F e eu obviamente tinha que ver. Não deu. Não passou e até hoje não vi o filme. Adiante. Antes não era melhor. Mas irrita-me depender de um prestador de serviços que é, geralmente, mau e que pode decidir, a todo o momento (seja por razões técnicas ou de mercado) que o que passei meses a gravar para ver quando me apetece tem que ser apagado.

 

E depois há coisas como a pirataria e a PL118, que acrescentam umas coisas giras a esta discussão. E há o meu eterno desejo de apenas contratar internet e gastar o dinheiro que gasto em merdas que não uso e que nunca funcionam como eu quero que funcionem em filmes e séries que posso ver e rever como antigamente (enquando ainda há séries à venda, tenho a certeza que daqui a 10 anos aquela magnífica área da FNAC já desapareceu - exactamente como na Worten já aconteceu).

 

 

publicado às 20:50

1 comentário

Comentar post

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D