Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Rabiscos Soltos

Rabiscos Soltos

O valor de um Obrigada

A falta de humildade é das coisas que mais confusão me faz. A dificuldade com que se diz "obrigada", como se os outros tivessem obrigação de nos ajudar. 

Podem dizer-me que a ajuda não deve depender de um "obrigado", que ser abnegado e bondoso e fazer o bem sem olhar a quem é uma virtude. Eu concordo com isso. Tal como me irrita que não haja sequer um obrigada, irrita-me que haja quem ajuda outra pessoa apenas para o ouvir.

Talvez seja a minha eterna incoerência a falar mas a verdade é que continuo a achar que agradecer é uma obrigação.

E é tão bom agradecer. É tão bom como ouvir esse "obrigada". 

É como dizer "gosto de ti", "tenho saudades tuas" ou "desculpa". Sabe bem dizer e sabe bem ouvir. Porque as relações entre as pessoas devem ser reciprocas e só assim fazem sentido.

Muitas vezes a um "obrigada" respondo com um sorriso. Raramente digo "não tens que agradecer". É a minha forma de de dizer "ouvi-te e fico feliz por ter feito algo a que deste valor". E mais cedo do que tarde vai haver um agradecimento em troca. Porque esse alguém vai fazer ou dizer algo que o vai merecer. E vai perceber que o meu obrigada é sincero.

Não agradeço por obrigação, nem recebo um obrigada de ânimo leve. 

Já sei que isto é coisa para ser lida com um "lá estás tu, dás demasiado importância a coisa que não são importantes". E eu calo-me...

publicado às 21:16

1 comentário

Comentar post

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D